Como surgiram as árvores de Natal?- 2018

                Praticamente no mundo todo as pessoas se reúnem em casa para montar a arvore de Natal – um símbolo cristão e festivo. Mas de onde surgiu o hábito de pendurar adereços em pinheiros?

                Esse ritual, existente nas culturas e religiões pagãs, tem pelo menos um forte significado: Celebrar a fertilidade da natureza.  Os primeiros registros de árvores enfeitadas vieram do cristianismo, no norte da Europa, no começo do século XVI.  Mas alguns historiadores defendem que já era uma tradição medieval. Entretanto é no norte da Europa que encontramos os pinheiros –árvore clássica do Natal.

                Consta no antigo calendário cristão que 24 de dezembro era dedicado a Adão e Eva, o primeiro casal gerado por Deus, segundo o livro bíblico Gênesis, cuja história era encenada nas igrejas. “O paraíso era representado por uma árvore cheia de frutos”, diz o teólogo Fernando Altermeyer da PUC de São Paulo.

                Dessa época em diante as pessoas começaram a montar árvores em casa, representando uma alegoria. E com o passar dos anos foram ficando cada vez mais cheias de símbolos cristãos.  Velas para representar a luz de Cristo, estrelas para representar Belém e rosas para reverenciar a Virgem Maria. 

                A árvore de Natal se consolidou como símbolo de fé e renovação em 1841, quando o príncipe alemão Albert (1819-1861), esposo da rainha Vitória, montou um belo exemplar no palácio real britânico. O império vitoriano exercia uma forte influencia no mundo inteiro e, por isso, o costume de montar árvores de natal se tornou praticamente universal.  

                Atualmente, muitas pessoas estão optando por fazer árvores criativas e baratas, deixando o pinheiro natural para enfeitar o jardim, além de encostar o pinheiro artificial. Para espaços menores, como apartamentos e flats, o ideal é montar na parede mesmo, usando produtos que não prejudiquem a pintura ou o papel de parede.

                Enfim, usem a criatividade e decorem como quiser. Dica:  Envolvam todas as pessoas da família, principalmente as crianças. Permitam que elas participem de todo o processo. Assim, o espírito natalino chegará mais cedo no seu lar. Boas Festas!!!!!!