Como surgiu a lenda do Papai Noel?- 2018

                A figura mais emblemática do Natal é, sem dúvida, o Papai Noel – aquele senhor simpático, carismático, barrigudo, de pele rosada, barba e cabelos brancos e roupa vermelha. Ele é aguardado com ansiedade por milhares de crianças na noite de Natal, sendo chamado de um jeito diferente em diversas partes do planeta. Santa Claus (inglês), Papai Noel (português), Viejito Pascuero (castelhano), Babbo Natale (italiano), Joulupukki (finlandês), Père Noel (francês).

                Mas de onde surgiu o personagem mais importante da noite de Natal? Será que veio do polo norte?  Do polo sul? Ou será que veio dos cantos remotos do Reino Unido? Alguns estudiosos dizem que a figura do velhinho bondoso foi inspirada num bispo chamado Nicolau, nascido na Turquia em 280 d.C. A história conta que o bispo tinha um bom coração e gostava de ajudar as pessoas pobres, deixando saquinhos de moedas próximas às chaminés das casas.

                Isso aconteceu primeiro na Alemanha. E depois se espalhou pelo resto do mundo.

                Mas vocês sabiam que as roupas do Papai Noel já foram de outras cores? No final do século XIX, ele era representado com uma roupa de inverno nas cores marrom ou verde escura. Porém, o cartunista alemão Thomas Nast criou, em 1886, uma nova imagem para o nosso velhinho, usando as cores vermelha e branca. Esse novo Papai Noel foi apresentado na revista Harper’s Weeklys já com o cinto preto na cintura.

                É importante salientar que o estilo de São Nicolau era muito diferente do que atribuímos hoje. O bispo era alto, esbelto, bem magro. A fama de bom homem se intensificou quando o bispo entregou um saco de moedas de ouro para um pobre que pretendia casar a filha. Desse dia em diante o poder de presentear alguém, principalmente no Natal, ganhou força e status de bondade.  

                Hoje a figura sorridente e paternal está entronizada na nossa cultura. No imaginário infantil, continua levando presentes para as crianças que foram obedientes e se comportaram bem durante os estudos e em casa. Ele mora no Polo Norte e com seu lindo trenó, puxado por renas, faz todos os anos a alegria de muitas famílias.

                Essa imagem moderna e mais coerente com os anseios da meninada, foi criada nos Estados Unidos em 1823. O escritor Clement Moore redigiu o poema Uma visita de São Nicolau, imaginando que Papai Noel cruzava os céus num trenó levado por várias renas. E essas renas tinha até nome: Rodolfo, Corredora, Dançarina, Empinadora, Raposa, Cometa, Cupido, Trovão e Relâmpago, traduzindo para o português.

                O ritual que o Papai Noel cumpre todos os anos, contudo, vai muito além do que deixar presentes no pé das árvores de Natal. Sua imagem generosa nos convida para uma reflexão sobre o poder de amar e aceitar o próximo. O espírito natalino deve estar dentro de cada um de nós para que a figura do Papai Noel continue viva.