Proclamação da República- 2019

/ / Destaques
Colégio Fas - Proclamação da República

A Proclamação da República Brasileira aconteceu no dia 15 de novembro de 1889. Resultado
de um levante político-militar que deu início à República Federativa Presidencialista. Fica marcada a figura de Marechal Deodoro da Fonseca como responsável pela efetiva
proclamação e como primeiro Presidente da República brasileira em um governo provisório
(1889-1891).

Marechal Deodoro da Fonseca foi herói na guerra do Paraguai (1864-1870), comandando um
dos Batalhões de Brigada Expedicionária. Sempre contrário ao movimento republicano e
defensor da Monarquia como deixa claro em cartas trocadas com seu sobrinho Clodoaldo da
Fonseca em 1888 afirmando que apesar de todos os seus problemas a Monarquia continuava
sendo o “único sustentáculo” do país, e a república sendo proclamada constituiria uma
“verdadeira desgraça” por não estarem, os brasileiros, preparados para ela.

A República Federativa Brasileira nasce pelas mãos dos militares que se veriam a partir de
então como os defensores da Pátria brasileira. A República foi proclamada por um
monarquista. Deodoro da Fonseca assim como parte dos militares que participaram da
movimentação pelas ruas do Rio de Janeiro no dia 15 de novembro pretendiam derrubar
apenas o gabinete do Visconde de Ouro Preto. No entanto, levado ao ato da proclamação,
mesmo doente, Deodoro age por acreditar que haveria represália do governo monárquico com
sua prisão e de Benjamin Constant, devido à insurgência dos militares.

A população das camadas sociais mais humildes observa atônitos os dias posteriores ao golpe
republicano. A República não favorecia em nada aos mais pobres e também não contou com a
participação desses na ação efetiva. O Império, principalmente após a abolição da
escravidão tem entre essas camadas uma simpatia e mesmo uma gratidão pela libertação. Há
então um empenho das classes ativamente participativas da República recém-fundada para
apagar os vestígios da monarquia no Brasil, construir heróis republicanos e símbolos que
garantissem que a sociedade brasileira se identificasse com o novo modelo Republicano
Federalista.

Fonte: INFOESCOLA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *